Por Gabriel Castilho

Sem categoria

It Boy Brasileiro e Estilita Pedro Lourenço

assinou sua primeira coleção com apenas 12 anos de idade, em 2003. O adolescente fez sua estréia profissional no mundo da moda criando da Carlota Joakina, a segunda marca de Glória Coelho, sua mãe. Ele é fruto do casamento de Gloria como estilistaReinaldo Lourenço. Na edição de inverno 2005 do SPFW, Pedro Lourenço lançou oficialmente a sua grife, que leva o seu nome. Mesmo com o sucesso alcançado em sete coleções (desde quando começou a desenhar para a Carlota Joakin), Pedro Lourenço resolveu abandonar a carreira, fazendo um desfile de despedida na 21ª edição do São Paulo Fashion Week em julho de 2006.

Aos dezesseis anos, o jovem estilista se afasta do processo criativo e planeja concluir os estudos no ensino médio, estudar francês e, na seqüência, cursar faculdade de História da Arte, na França.

Mas parece ter mudado de ideia, com apenas 19 anos, Lourenço fez sua primeira apresentação na capital mundial da moda em plena semana de Paris, em desfile paralelo à programação oficial do Outono/Inverno 2010/11, com o louvor de ter reunido na suntuosa sala do Westin alguns dos principais nomes que movem o motor da moda.

As editoras-chefe da “Vogue Paris”, Carine Roitfeld, e “Vogue Japão”, Anna delo Russo, a jornalista britânica Hillary Alexander, do “Telegraph”, o editor europeu da “Vogue America”, Hamish Bowles, e o fotógrafo norte-americano Michael Roberts esquentaram a primeira fila da apresentação. Entre os convidados menos estrelados, estavam representantes do blog The Moment, do jornal “The New York Times”, que contaram pelo Twitter, da sala de desfile, terem descoberto Lourenço ainda aos 14 anos.

Pode-se dizer que é um caso raro esses nomes terem ido espiar o que o brasileiro está fazendo, em uma semana cheia de eventos, desfiles e compromissos. Se esses poderosos da moda foram ver o desfile de Pedro Lourenço, fora do calendário oficial da semana parisiense, é possível afirmar que o garoto é uma promessa já consolidada. Os olhos desta turma não se viram para onde não haja expectativa de boas criações.

E a oportunidade de Pedro Lourenço parece não ter sido jogada fora. Todos os convidados ficaram até fim, aguardando a fila de modelos e o aceno de Lourenço, sorridente na boca de cena. Às vezes, quando não existe aprovação do que está sendo apresentado, alguns famosos levantam-se e saem antes mesmo do término do desfile.

01/10/2010 – Pedro Lourenço lança coleção em desfile super badalado e cheio figuras importantes do mundo fashion na Semana de moda de Paris PFW Aos 20 anos, completos há menos de três meses, Pedro Lourenço recebeu o UOL Estilo num prédio antigo com fachada sem qualquer glamour, onde foi montado o seu ateliê parisiense. Às vésperas de sua grande noite (a apresentação acontece nesta sexta, 1 de outubro, às 19h30 locais), não parecia disposto a complicar o que não fosse necessário. Concentrado, analisava cada detalhe na prova das roupas com referências a Joséphine (mulher de Napoleão) e ao baseball de sua coleção para o Verão 2011 europeu. Chegava perto da modelo, ajeitava a peça, pedia em inglês para que ela andasse. Também em inglês trocava opiniões breves com a stylist do desfile, a experiente Brana Wolf.

Na “platéia”, sentados há alguns metros de Pedro, Reinaldo Lourenço e Giovanni Bianco observavam o garoto. Gloria chegaria à tarde, com o restante da coleção. “Eu estou aqui como pai. Normalmente quando dou uma sugestão a primeira reação dele é a de dizer ‘não’. Depois pensa melhor e me dá razão. Ele sabe muito bem o que quer. E é muito teimoso”, conta Reinaldo.

Diretor de arte com reconhecimento internacional, consultor informal da carreira de Pedro, responsável pelo convite do desfile, foi Giovanni Bianco quem “mexeu os pauzinhos” e apresentou o estilista à KCD, influente relações públicas da moda. Com mailing e contatos poderosos, ficou a cargo da assessoria, que também funciona como produtora, organizar o primeiro desfile parisiense de Pedro e recrutar uma primeira fila com nomes como o de Carine Roitfeld (Vogue França), Hillary Alexander (“Telegraph”) e Sara Mower (“Style.com”). Pedro também cumpriu sua parte do trato e agradou em sua estreia, arrancando críticas elogiosas de todas as editoras citadas.

Daí a integrar a programação oficial, bastou uma reunião com Didier Grumbach, o presidente da Câmara Sindical da Costura e organizador da temporada parisiense, que já havia visto e gostado do “début” do brasileiro. No esquema francês, ninguém paga para entrar nem recebe ajuda de custo para desfilar, como em São Paulo, onde a estrutura da sala e a iluminação são oferecidas gratuitamente. Bem relacionado, Pedro também já teve contato com estilistas importantes. Recentemente, até recebeu convite para trabalhar com Donatella Versace, proposta que está estudando. Antes fez estágio de dois meses com o italiano Giambatista Valli, especialista em vestidos de festa vistos frequentemente em tapetes vermelhos. Também realizou três encontros com o incensado Alber Elbaz. Criou uma linha de roupa de banho a pedido do diretor criativo da Lanvin, que queria analisar sua relação com este universo tão brasileiro. “Ele me deu conselhos, foi muito bom”, conta. Quando o comentário é que Elbaz é o estilista do momento, logo rebate: “Prefiro o [Azzedine] Alaïa”. Mais adiante na conversa, cita Rei Kawakubo (Comme des Garçons), outro ícone dos anos 1980 com estilo praticamente oposto ao de Alaïa, como sua estilista preferida. Pedro, no entanto, não vê problema em apreciar os opostos. Muito pelo contrário. Mais do que paradoxal, ele gosta de definir seu estilo como “radical”, com grafismos e estrutura. “Gosto desta contraposição do feminino com o masculino, da agressividade com a delicadeza.”

Embora tenha uma visão bem definida sobre o próprio trabalho, Pedro não pára de ouvir opiniões sobre seu começo de carreira. Cathy Horn, do “New York Times”, foi uma das editoras de moda que analisaram o portifólio de Pedro num encontro particular. O designer procurou também Marie Rucki, diretora do estúdio Berçot, amiga de Reinaldo Lourenço e Gloria Coelho, além do diretor da central Saint Martins, conceituada escola de moda de Londres, que o aconselhou a não estudar estilismo e sim outros assuntos. “Eu cresci neste meio, já sabia muita coisa”, diz.

“Mimado” pela moda brasileira desde os doze anos quando lançou, com platéia cheia na principal temporada de desfiles do país sua primeira coleção em 2006. Pedro Lourenço parece querer imprimir um outro tipo de personalidade de criador contemporâneo. “A afetação é ‘demodé’. Mas tem afetação e tem ponto de vista forte. Isso você não pode abandonar, senão se perde”, acredita. Ele garante que considera as críticas, quando bem feitas, importantes para o desenvolvimento do estilista. Só não gosta de críticas “instantâneas” ou “geradas pela insegurança de saber se o que foi visto é bom ou não”. Este caso ele considera o da imprensa brasileira que já o criticou e apontou semelhanças entre seu trabalho e o da grife Balenciaga.


Musica de 2010

Bom 2010 esta quase acabando né.
E esse ano foi um ano de muita conquistas nao so pra mim mais para quase todas as pessoas,e com musicas nos levamos para todos os dias da nossa vida e momentos e todas elas significa algo pra nos meros humanos. Podendo ser, tristeza, alegria e divertimento. E qual musica foi boa para vocês? Esse ano vou mostrar algumas das que fizeram parte do meu 2010. pq afinal musica também é moda

1- Alejandro – Lady Gaga

2- Willow Smith – Whip My Hair

3- David Guetta & Chris Willis ft Fergie & LMFAO – Gettin’ Over You

4-Rihanna – Only Girl (In The World

5- Black Eyed Peas – Missing You HD Legendado

Essas foram algumas das musicas que vao ficar no meu 2010.


Volta

olá depois de algum meses forá novamente voltei estava com muita saudades de blogar mais agora nas ferias voltei e com otimas dicas de moda para verão e de sites de moda masculina.

Um deles é o Garoto de grife ele é um site bem simples de entender e com ótimas dicas baratas sobre roupas masculinas o dono dele é o Rodrigo Perek ele adora moda tbm, lá vcs todem encontrar opcãos para roupas de verão e entre outras coisas como: bolsas masculinas e coisas do tipo. o se joguem lá pq é perfeito

😀


Made in Brazil Mag

Made in Brazil Magazine

Lançada nessa terça feira, a nova publicação brasileira, dá destaques aos modelos masculinos brasileiros.

Aquele velha história de que algumas pessoas acabam fazendo sucesso lá fora para depois serem valorizados por aqui.

A Made in Brazil Magazine, não é uma revista de moda masculina e sim um projeto criado pela dupla de sucesso, o stylist Heleno Manoel e Juliano Corbetta, dono da marca de sungas Butch e do blog Made in Brazil, e o convidado da primeira edição é o o fotógrafo Cristiano Madureira.

Made In Brazil Magazine é uma produção independente e de tiragem limitada, com o objetivo de divulgar e incentivar o trabalho de fotógrafos, produtores de moda, designers graficos, modelos, e artistas nacionais.

A primeira edição,  já causou muito falatório no exterior, saindo em publicações importantes como Models.com. A revista será vendida pelo site madeinbrazilmag.com a R$ 50.

Mostrando que a Moda é democrática e pode ser trabalhada com arte, em fotos muito bem produzidas e modelos tops como Evandro Soldatti, Leo Peixoto, Francisco Lachowski e Marlon Teixeira e sem preconceitos. 

mib1


Outono/Inverno

Confira e siga os passos de como os famosos se vestem para o outono e inverno

Imagem: Montagem Famosidades

 Certamente, muitas vezes você, leitora amiga, olha os esplendorosos desfiles nas passarelas e fica pensando em como aqueles looks podem ser adaptados para o seu dia-dia. Bem, pode ser que você não saiba, mas as celebridades nunca perdem tempo e logo são clicadas no maior estilo. E em estações do ano como o outono e o inverno, onde todo mundo acaba ficando mais “classudo” na hora de se vestir, astros e estrelas como Angelina Jolie, Ashton Kutcher e até divas nacionais como Lília Cabral exibem peças mais quentinhas – mas nem sempre de bom gosto – de seus guarda-roupas. Vale uma conferida na lista que o Famosidades preparou e copiar alguns looks!

 

Imagem: Reprodução/People

Angelina Jolie: “O vestido da atriz está bem bonito. Aliás, Angelina dificilmente erra na hora de montar uma produção. Ficaria mais elegante se esse detalhe em amarelo não existisse, mas de qualquer forma, funcionou. Preto é sempre uma excelente opção, principalmente no inverno. Esse drapeado no busto é um super tendência de moda nos vestidos atualmente”.

Imagem: Reprodução/People

 Ashton Kutcher: podemos dizer que Ashton optou por uma combinação simples de tons neutros e lisos, criando um visual bem clássico. Só acho que o blazer poderia ser um pouco mais ajustadinho ao corpo, ficaria mais moderno e elegante. Nota 10 para o uso de echarpe, homens, usem e abusem, pois fica lindo!”

 

Imagem: Reprodução/People

 Miley Cyrus: “Estilo Rock n’ Roll, moderno e sexy. A meia calça rendada deu o tom da estação, e também teria funcionado muito bem se ela fosse opaca. Esse azul é tendência para o Inverno, e ficou ótimo com os acessórios prateados. Já o cabelo acho que está sem corte e comprido demais!”

 

Imagem: Reprodução/TV Globo

 Emanuelle Araujo: “O vestido está uma graça, mas não traz nada que seja muito tendência. Como já mencionei anteriormente, o xadrez é uma ótima opção de estampa nessa estação, e funciona bem nos tons preto, branco e cinza, como no vestido da moça. Para ficar com mais cara de Inverno, uma meia calça preta seria uma ótima pedida! Nesse caso, um sapatinho fechado de bico arredondado fecharia lindamente a produção que assim está meio sem graça!”

 

Imagem: Reprodução/People

 Jessica Alba: “Modelito básico. O mais fashion que tem aí são os óculos Ray Ban wayfarer, que ainda está super em alta. O resto apesar de funcionar bem não é nada demais. Esse casaquinho larguinho e levinho é bastante charmoso, e tira a cara de mesmice, já que por baixo Jessica veste nada mais que uma regata preta básica e jeans. Essa sacola listrada a tira colo ficou mais bacana do que a bolsa da atriz, que está na outra mão…”

 

Imagem: Reprodução/People

 David Beckham: Visual moderno e ultra fashion! Acho um charme essa echarpe amarrada no estilo Pakistan, um hit do inverno passado que continua em alta. Para ficar mais atual, estampa xadrez, que vem super forte nessa estação. Repare na brincadeira de estampas da echarpe com o casaco, apesar de ambas serem xadrez, trazem tons e padronagens diferentes, criando um look harmônico e contemporâneo. Achei o gorro um pouco grande, e num formato meio esquisito, mas funciona bem nesse tipo de visual, deixa a produção mais jovial e esquenta a cabeça com muito charme! Ele também escolheu bem a calça preta, que quebra um pouco o marrom e faz um jogo bacana com o gorro. MARAVILHOSA essa mala Louis Vuitton! Que homem fashion!”

 

Imagem: Reprodução

 Lilia Cabral: “Discreta e elegante. Cinza sempre cai muito bem, uma opção para fugir do preto. A bota deixou o visual mais pesado, mas ainda funciona. Para dar um ar mais chic, um sapato fechado com meia calça seria uma boa escolha. Acessórios simples e cabelo estilo natural. Muito bem, Lilia!”

 

Imagem: Reprodução/People

 Ricky Martin: “Esse xadrez tipo tweedy é ótimo, e combina com tudo! O preto na echarpe é a escolha mais básica, mas ainda a mais elegante. Gosto desse estilo de gola e do cabelo… moderníssimo!”

 

Imagem: Reprodução/People

 Leighton Meester: “Não gostei muito desse casaco. Apesar de a idéia ser boa e inovadora, achei que ficou um pouco estranho o braço saindo desse buraco, fora que não esquenta os braços e ainda mais em verde, parece um sapo! Mas tirando esse detalhe da fenda, o look até que está bom. A echarpe de bolinha deixa o visual mais despojado, assim como a bolsa colorida, que em minha opinião não precisava ser amarela, já que esse casaco nada básico chama bastante atenção por si só”.

 

Imagem: Reprodução

Giovanna Antonelli: “Lindoooo! Parabéns para a atriz, que utilizou muito bem a jaqueta de couro, peça chave do Outono-Inverno 2010! Além de modernidade, a jaquetinha traz charme ao visual. Se você ainda não tem uma, compre, pois essa é a peça da estação que vale o investimento! Ficou ótima essa combinação com a saia de alfaiataria e a blusa listrada em preto e branco, super elegante. O colar de correntes grossas fechou a produção perfeitamente! Copiem!”


The Runaways

Tá , o site é sobre moda  mais só que como eu AMO o estilo dessas meninas e o filme jájá vai sair nos cinemas, eu PRECISO postar algo sobre elas né?! Coisinha pouca:

Pra quem não sabe,’The Runaways’ foi uma banda de rock dos Estados Unidos, que tornou-se famosa por ser uma banda composta somente por mulheres que tocavam rock and roll, provando que não só os homens conseguem fazer rock de qualidade.

Entre suas canções mais conhecidas estão “Cherry Bomb”, “Queens of Noise” e “Born to be Bad”. Em sua curta carreira (que durou até 1979), o grupo não ficou apenas nos Estados Unidos, mas fez turnê na Europa e também no Japão. Com estreia prevista para 21 de maio, o filme traz Kirsten Stewart e Dakota Fanning em figurinos muito bacanas.

Joan Jett, Lita Ford, Sandy West, Cherie Currie, Laurie McAllister e Jackie Fox, como boas roqueiras estavam sempre vestidas para causar impacto: macacões, jeans, couro, calças boca de sino (ODEIO rs), shortinhos, estampas poderosas e botas de cano alto.

Espero que tenham gostado…vou esperar pelo filme!


As famosas amam: nude

As famosas amam: nude

Sempre garantia de um look elegante, a tendência já é uma das preferidas das celebridades!

Junto às cores flúor, o nude aparece como uma das grandes tendências da estação! A palavra nude é usada para definir as tonalidades que se aproximam à cor da pele (em inglês, quer dizer “nu”). Ou seja, nude não é uma única cor, mas sim vários tons, que vão dos rosados ao bege.

Os jeitos de usar são os mais variados possíveis:

Nude total


Vanessa Hudgens, Demi Lovato, Dakota Fanning, Diane Kruger e Miley Cyrus

A cor é discreta, mas, ao optar por um look inteiramente nude, o resultado acaba sendo bem impactante. Para a produção não ficar sem graça, é legal apostar em peças com texturas diferentes, babados e detalhes como ombros estruturados, dobraduras e maxibijoux. Atenção ao comprimento: como a cor já traz uma certa seriedade, o look pode acabar envelhecido com um vestido abaixo do joelho.

Nude + brilho


Taylor Swift, Kristen Stewart, Miranda Cosgrove, Agyness Deyn e Katy Perry

Discreto, o nude equilibra aplicações metalizadas de um jeito bem elegante! Com brilhos menores, a combinação ganha um efeito bem delicado e feminino. Já com paetês maiores e complementos como botas e jaqueta de couro, o look fica com uma cara mais moderna. Quem não é muito chegada em brilhos pode apostar no detalhe, destacando algum ponto especial da produção.

Nude + outras cores


Demi Lovato, Taylor Momsen, Blake Lively e Malin Akerman

O nude substitui o branco na combinação com o preto e garante um look bem elegante e feminino. Deixe o nude aparecer em partes do seu corpo que você quer destacar – se o seu quadril é grande, use uma cor escura nessa região do corpo, por exemplo. Aproveite que as cores neon estão em alta e coordene com peças nude: o resultado é super fashion!

Sapatos


Blake Lively e Selena Gomez

O jeito mais fácil de apostar na tendência é nos sapatos! Eles são o complemento ideal para peças de cores vibrantes, e, super versáteis, também dão elegância na medida certa para looks que vão do estilo moderno ao clássico.


Katy Perry, Mary-Kate Olsen, Kristen Stewart e Hayden Panettiere

Sapatos nude ainda causam um efeito ótimo na produção: como ficam da cor da pele, alongam a silhueta, dando a impressão de que você é mais alta!

Make


Rihanna, Agyness Deyn, Mary-kate Olsen e Taylor Momsen

A boca nude, seja com gloss ou batom, é garantia de um look fashion! É uma boa opção para equilibrar um olho colorido, e também para quem quer apostar em um estilo rock: é só combinar com um olho preto bem marcado! Veja mais looks nude no Capricha no Make.